(11) 2721-5825
Seg a Qui das 08h às 18h e Sex das 08 às 17h (Exceto finais de semana e feriados)
Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

15/01/2021

EPI: por que o uso é fundamental no ambiente de trabalho?

 

Preocupar-se com a segurança do trabalhador deve ser prioridade para qualquer empresa. Independentemente do porte e do segmento de atuação. No entanto, em ambientes onde as atividades realizadas pelos funcionários podem causar algum tipo de risco à sua segurança ou saúde, os cuidados por parte do empregador precisam ser ainda maiores.

 

Entre uma série de iniciativas que as empresas podem realizar para evitar acidentes de trabalho, uma delas é implantar, gratuitamente, o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) que são de caráter obrigatório. Inclusive está previsto na Lei nº 6.514/77 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e é regulamentado pela Norma Regulamentadora nº 6 (NR-6), que trata sobre quais equipamentos são EPIs.

 

Neste artigo, falaremos sobre os tipos de EPIs mais utilizados e em quais momentos e para quais funções eles são necessários. Acompanhe!

 

Segurança para todos, vantagens para a empresa

 

Acidente de trabalho ocorre quando um trabalhador sofre algum tipo de lesão, temporária ou permanente, durante o seu trabalho ou em decorrência dele. De acordo com dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho), o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho, atrás de países como China, Índia e Indonésia. 

 

Quando uma empresa investe em medidas de segurança do trabalho, está assegurando uma melhoria na qualidade de vida do funcionário e evitando gastos desnecessários, além de outras vantagens:

 

                                - Redução das perdas de produção, reposição e danos de equipamentos;

                                - Redução dos custos de assistência médica e judicial;

                                - Exclusão de tempo dedicado à seleção e capacitação de funcionários substitutos;

                                - Organização do ambiente de trabalho, com aumento de produtividade e da qualidade dos serviços.

 

EPIs mais utilizados

Quem trabalha em atividades em que há riscos de exposição a produtos químicos, ruídos, altura, calor, frio, produtos tóxicos, eletricidade e objetos cortantes deve utilizar o EPI adequado para o tipo de tarefa que irá realizar.

 

Os equipamentos devem ser fornecidos gratuitamente pela empresa ao trabalhador, além de serem mantidos em boas condições de uso e estar em conformidade com as determinações do Ministério do Trabalho. 

 

Ter consciência da importância do uso do EPI é o primeiro passo para que funcionários e empregadores evitem transtornos e consequências negativas, não só para a saúde e segurança do trabalhador, como também para a manutenção da qualidade e eficiência das atividades.

 

Confira os equipamentos de proteção individual mais utilizados pelos trabalhadores.

 

Capacete

Responsável por proteger a cabeça de impactos e choques elétricos. Seu uso é fundamental em atividades como obras em geral, construção civil, serviços de eletricidade e manutenção. 

 

Óculos de proteção

Proteção essencial para os olhos contra qualquer tipo de partícula, faísca, respingo de produto químico, iluminação excessiva, radiações, entre outras interferências.  Há uma série de modelos disponíveis e cada um mais adequado para uma determinada finalidade. 

 

Protetor auditivo

O seu uso contínuo ajuda a minimizar os ruídos de máquinas e equipamentos em indústrias de embalagens, de papel e alimentos, por exemplo. Sua utilização também tem sido importante para a prevenção de doenças ocupacionais relacionadas à audição, que podem ser desenvolvidas ao longo dos anos. 

 

Luvas

As luvas descartáveis são as mais utilizadas em todo o mundo, porque são versáteis e com um bom custo-benefício. No entanto, dependendo da atividade feita pelo trabalhador, as luvas podem ser confeccionadas com outros materiais, garantindo maior proteção das mãos: látex, vinil, nitrila, lã pigmentada são alguns exemplos. 

 

Calçados de segurança

Protegem os pés dos trabalhadores contra queda de materiais, cortes, umidade, escorregões, picadas de insetos, choques elétricos, entre outras eventualidades. Geralmente são botas e botinas feitas de couro, PVC ou outros materiais resistentes. Açougueiros, jardineiros, agricultores, pedreiros e carregadores de peso são profissionais que utilizam os calçados de segurança com frequência. 

 

Avental

Protege o corpo de partículas como concreto, argamassa, tintas, entre outras. 

 

A MixSeg possui uma linha completa de equipamentos de proteção individual. São itens produzidos com materiais da mais alta qualidade para garantir a segurança e a integridade dos profissionais da sua empresa. Entre em contato com a nossa equipe e solicite uma cotação. 

 

Crédito da imagem: ljubaphoto - iStock